Palavras que Brotam

18 maio, 2007

Geometrias da Vida


Cabelos escuros como a noite numa pele de lua em que as sardas se espalhavam pelo rosto como grãos de areia num mar de beleza, que se estendia para além da linha do nariz fino. Tinha uma graça própria do sorriso meio envergonhado que ostentava...ou assim lhe parecia a ele.
Esquadrinhava-lhe as formas, sedento de lhe conhecer melhor os conteúdos. Suspirava por cada olhar cruzado e cada tangente em que um virava a cara no preciso instante em que o outro o admirava, sempre de um ângulo diferente. Arquitectava planos, imaginava-lhe as linhas e construía cenários...incapaz de ver as coisas em perspectiva.
Todavia, teve de se conscencializar da inviabilidade dos projectos que havia desenhado na sua mente, quando percebeu que a geometria da vida lhe havia plantado um..."triângulo", no caminho. Procurou refúgio no seu círculo de amigos que o chamaram - tanto quanto possível - para debaixo da alçada da razão. E, contudo - hiperboles à parte - aquela parábola tinha-o deixado triste. Muito triste.
Por vezes (tantas), as mais belas ideias teimam em não sair da maqueta...

Photo: Thomas Mayer

8 Comments:

  • Muito bom...
    e gostei da geometria da prosa
    :)

    By Blogger AR, at 18/5/07 20:39  

  • Infelizmente... :(
    it was not meant to be...

    *

    By Blogger Eyes wide open, at 19/5/07 20:21  

  • Estas metáforas estão para mais infinito.

    By Blogger Sun, at 20/5/07 01:02  

  • ar,
    Dir-se-ia que foi bem "arquitectada", portanto. :) :)

    eyes wide open,
    Com efeito, foi o caso desta história.

    sun,
    Infinitamente grato pelo teu comentário.

    By Blogger João, at 20/5/07 16:34  

  • muros altos? o descampado é ali mais à frente... está atento :-)

    By Blogger bc, at 22/5/07 15:48  

  • bc,
    "High hopes", seguido de "Another brick in the wall" :D
    Bjs

    By Blogger João, at 22/5/07 23:48  

  • perdi a conta do numero de vezes que estremeci com as tuas palavras...e ainda assim sinto-me sedenta de te ler...por isso volto repetidamente..com a garganta seca de palavras...

    By Anonymous K., at 13/6/07 23:48  

  • k.,
    Inundas o meu coração com as tuas palavras...

    By Blogger João, at 14/6/07 03:23  

Enviar um comentário

<< Home